25 janeiro 2012

Na Direcção...



CERTA VEZ UM JOVEM MARINHEIRO TEVE QUE SUBIR AO MASTRO DURANTE UMA TEMPESTADE.
AS ONDAS LEVANTAVAM O BARCO PARA ALTURAS ESTONTEANTES E LOGO EM SEGUIDA JOGAVAM-NO PARA PROFUNDEZAS ABISMAIS
O JOVEM MARUJO COMEÇOU A SENTIR VERTIGEM E ESTAVA QUASE A CAIR QUANDO O CAPITÃO GRITOU:
"MOÇO, OLHE PARA CIMA".
DE MANEIRA DECIDIDA, O MARINHEIRO DESVIOU O SEU OLHAR DAS ONDAS AMEAÇADORAS E OLHOU PARA CIMA.
E ASSIM ELE CONSEGUIU SUBIR COM SEGURANÇA E EXECUTAR A SUA TAREFA.
QUANDO OS DIAS DE TRIBULAÇÃO REVOLVEM A NOSSA VIDA, QUANDO AS TEMPESTADES DA VIDA NOS CONFUNDEM, PERDEMOS O EQUILIBRIO E SOMOS AMEAÇADOS DE CAIR.
ENTRETANTO SE DESVIAR-MOS O NOSSO OLHAR DOS PERIGOS E OLHARMOS PARA O AJUDADOR, SE BUSCARMOS A FACE DO SENHOR EM ORAÇÃO E AGARRAMOS A SUA PODEROSA MÃO, NOSSO CORAÇÂO SE AQUIETARÁ, RECEBEREMOS FORÇA E PAZ PARA PODERMOS EXECUTAR AS NOSSAS TAREFAS EM MEIO ÀS TEMPESTADES E FINALMENTE SEREMOS VITORIOSOS.

1 comentário:

Multiolhares disse...

é verdade quando estamos envoltos nos nossos problemas parece que não vemos saida, é preciso olhar para outro lado para encontrar saida
bjs

prémios e miminhos ganhos