09 julho 2010

Estilo de vida




A expressão "estilo de vida" tem sido famosa por décadas. Em termos simples, esta expressão denota como nós vivemos do ponto de vista financeiro, os bens que escolhemos comprar e quanto dinheiro temos para gastar.
Muito tem sido escrito hoje sobre a vida simples - diminuir ou redimensionar. Ao mesmo tempo, vemos uma constante exaltação na nossa cultura de tudo o que é em "excesso".
Como uma nação, nós gostamos de "espreitar" a vida dos ricos e famosos.
A cada minuto, as propagandas na televisão mandam-nos comprar mais e melhores coisas.
Os dois caminhos - um em direcção a uma vida menos materialista e outro em direcção à vida altamente materialista - são como pistas opostas na rodovia.
Ou vamos numa direcção ou na outra.
Ou procuramos descartar e diminuir, ou comprar e acrescentar.
O estilo de vida que as Escrituras nos propõem não é espartano nem opulento, mas, sim generoso - que tenhamos uma vida sem avareza e sem acumulação de bens.
Uma vida que doa espontaneamente, uma vida que coloca tudo o que possui à disposição de Deus.
Nosso estilo de vida não é o quanto conseguimos ganhar, o que possuímos, nem para onde viajamos ou onde residimos. É como nos relacionamos com outras pessoas e quão dispostos estamos a compartilhar tudo o que temos com elas.
À medida que usamos as coisas que possuímos durante o dia - desde electrodomésticos em nossa casa, a nossa roupa e o nosso carro - façamos a seguinte pergunta:
"Eu estaria disposta a emprestar, doar ou compartilhar isto com os outros?"
Depois façamos uma pergunta mais difícil:
"Será que eu realmente compartilho, empresto ou dou do que me pertence para os outros regularmente?"
Vale a pena reflectirmos sobre isto!
Bom fim de semana queridos amigos.

4 comentários:

Graça disse...

Bom dia linda
Bela reflexão k nos deixas.. como sempre!!
Um final de semana maravilhoso para ti e familia,
bjinhos mil,
fiquem bem, fiquem com Deus,
Graça

Amordemadrugada disse...

Olá Anita!
Venho desejar-te um óptimo fim de semana ,amiga
ando um pouco a correr
;)
Tudo se acalmará
besito e luz

Anónimo disse...

OI ANA,
nÃO RECEBESTE O MEU MAIL,ONDE TE PEDIA PARA PEDIRES A RECEITA Á
fátima,do belissimo arroz?estou admirada de não teres despondido.falava tambem outras coisas.
beijinhos ,Mizé

Multiolhares disse...

Por vezes damos o que já não precisamos e a verdade é que isso não faz a diferença, devemos sim dar parte do que temos e que necessitamos é isso que é a partilha
Bj

prémios e miminhos ganhos