21 fevereiro 2007

O Verdadeiro Amor!



Um homem bastante idoso procurou uma Clínica
Para um curativo em sua mão ferida,
Dizendo-se muito apressado, porque
Estava atrasado para um compromisso.
Enquanto o tratava, o jovem médico quis
Saber o motivo da sua pressa e ele
Disse que precisava ir a um Asilo de Velhos
Tomar café da manhã com sua esposa que
Estava internada lá há bastante tempo...

A mulher daquele senhor sofria do mal de
"Alzeimer" em estado bastante avançado...

Enquanto terminava o curativo, o médico
Perguntou-lhe se ela não ficaria assustada
Pelo facto de ele estar atrasado.
-"Não - disse ele. Ela já não sabe quem eu sou.
Há quase cinco anos que ela nem me reconhece."

Intrigado o médico pergunta-lhe: -"Mas se ela já não sabe quem o senhor é,
Porquê essa necessidade de estar com
Ela todas as manhãs?"

O velho sorriu, deu uma palmadinha na mão
Do médico e disse: -"É verdade... Ela não sabe quem eu sou,
Mas eu sei muito bem QUEM ELA É."

Enquanto o velhinho saía apressado,
O jovem médico sorria emocionado e pensava:
"Esta é a qualidade de amor que eu gostaria
Para a minha vida."

O AMOR VERDADEIRO NÃO SE REDUZ AO FÍSICO OU AO ROMÂNTICO...

O verdadeiro AMOR, é aceitação de tudo o que o outro é…De tudo que foi um dia…
Do que será amanhã…
E do que já não é mais!



8 comentários:

Marlene Maravilha disse...

Que linda lição de vida! Quanto temos a aprender não é verdade?
Ainda bem que conseguimos ler e ouvir! Só temos que reter!
Linda história.
Beijos do Brasil

amo-te casa disse...

Adorei Anita! Mesmo! Que maravilha!

Ainda não recebi a sua visita no meu blog pessoal em www.mundopinque.spaces.live.com! Fico à espera!

Bjn, Di:)

alealb disse...

show!
amei! que sirva mesmo de lição pra todos nós!
beijos,
alê

Maria e Jorge disse...

Bom dia linda.
Sabes este texto fez-me lembrar do meu tio que morreu desta doença Alzeimer. É horrivel e foi detectado de um momento para o outro, tornan-se novamente crianças, falam de pessoas que já morreram, trocam tudo faz muita impressão ver alguêm que estava tão lucido e depois degradar-se lentamente. Ele tocava piano e fazia muitas composições, e começamos a notar quando ele dizia que ouvia suas musicas a tocar lá fora se nós não esvamaos a ouvir? Diziamos que não e ele ria e dizia: " Depois vocês dizem que eu é que estou surdo" eu achava-lhe cá uma piada.

beijinhos linda e um bom dia
Maria (Açores)

sofia disse...

Lindo....

Papoila disse...

Ola Anita, agradeço a tua visita e as tuas doces palavras deixadas no meu espaço. Hoje trouxeste ate nos uma importante reflexao, nao falo do Amor, mas dos Idosos. E importante nao os esquecer, eles sao mimosas de um tempo em flor,...
Adorei! Deixo-te o convite de passares no meu cantinho para saboreares mais um texto.
Tens um bjinho a duplicar por cada gesto de amor escrito em cada linha, vindo directo do coraçao, e o aroma das rosas no ar para a tua noite perfumar,

Andreia do Flautim disse...

Olá!

Amor verdadeiro é um tesouro!

Um grande beijo para ti! Gosto muito de ti=)

Flôr disse...

Poderá acontecer a um de nós! Não é?


Beijinhos floridos da Flor

prémios e miminhos ganhos