13 abril 2008

Volte-se para outra janela



A menina debruçada na janela, trazia nos olhos grossas lágrimas e o peito oprimido pelo sentimento de dor causado pela morte do seu cão de estimação.
Com pesar, observava atenta o jardineiro a enterrar o corpo do amigo de tantas brincadeiras.
A cada pá de terra jogada sobre o animal, sentia como se sua felicidade estivesse sendo soterrada também.

O avô que observava a neta aproximou-se, envolveu-a num abraço e falou-lhe com serenidade:

- Triste a cena, não é verdade?

A netinha ficou ainda mais triste e as lágrimas rolaram em abundância. No entanto, o avô, que sinceramente desejava confortá-la, chamou-lhe a atenção para outra realidade.

Tomou-a pela mão e conduziu-a até uma janela opostamente localizada na ampla sala.

Abriu as cortinas e permitiu que ela visse o imenso jardim florido à sua frente, e perguntou-lhe carinhosamente:

- Estás a ver aquele pé de rosas amarelas, bem ali à frente? Lembras-te que me ajudaste a plantá-lo? Foi num dia de sol como o de hoje, que nós dois o plantamos. Era apenas um pequeno galho cheio de espinhos, e hoje... vê como está lindo, carregado de flores perfumadas e botões como promessa de novas rosas...

A menina enxugou as lágrimas que ainda teimavam em permanecer em sua face e abriu um largo sorriso, mostrando as abelhas que pousavam sobre as flores e as borboletas que faziam festa entre uma e outra, das tantas rosas de variados matizes, que enfeitavam o jardim.

O avô, satisfeito por tê-la ajudado a superar o momento de dor, falou-lhe com afecto:

- Vê, minha filha, a vida oferece-nos sempre várias janelas. Quando a paisagem de uma delas nos causa tristeza, sem que possamos alterar-lhe o quadro, voltemo-nos para outra, e certamente nos depararemos com uma paisagem diferente.

Tenham uma abençoada semana!


6 comentários:

gaivota disse...

anita, querida amiga
as janelas da vida são assim...
algumas são só miragens!
mas quando se fecha uma porta abre-se sempre uma janela cheia de luz, já sei, só que às vezes está tão longe......................
beijinhos

Anónimo disse...

Pois é verdade.. quando estou mt triste, por uma porta se ter fechado , eu procuro a tal janela... neste momento a minha tristeza ainda não me deixa ver janela nenhuma, nada... mas as tuas reflexões,fazem com k fique melhor!!!! Bjs muitos para quem muito me tem ajudado ...

Graça disse...

ESqueci-me de assinar o comentário anterior ... eu sou a Graça

Maria e Jorge disse...

Bom dia linda

Recebi o teu mail, só que não consigo ver as fotografias, não abrem.

Viva o nosso sporting :))

Uma santa semana para ti linda

Beijinho

Maria

Andreia do Flautim disse...

Temos é de olhar para as coisas mais bonitas que aparecem.

Fernanda disse...

Muitas vezes a tristeza tolda-nos a visão, mas é verdade que há sempre uma janela que se abre....
Este fim semana tivemos em casa o aniversário do Duarte ( 13 crianças + 16 adultos), então estive muitíssimo ocupada, como podes imaginar, rssss...mas valeu a pena!
Uma óptima semana, Anita!
Bjos

prémios e miminhos ganhos