21 outubro 2008

A paz...




A senhora Ann Grace, moradora de uma pequena cidade Norte Americana conta que durante muitos anos costumava ver os meninos da vizinhança a brincar de soldado e bandido.

Brincar de guerra, como muitos garotos costumam fazer nos dias de hoje. Ela teve a oportunidade de ver aquela geração crescer e ir para a Guerra. E as vozes e gritos de comando, que antes eram de brincadeira, tornaram-se para eles uma sangrenta realidade.

Agora o "você está ferido! Renda-se!" Era para valer.

Mas, certo dia, quando alguns garotos invadiram o seu jardim perseguindo outros, com suas metralhadoras de imitação, a Sra. Ann Grace, já com 68 anos de idade, chamou-os para junto de si. E quando todos os meninos se reuniram ao seu redor, ela falou-lhes da guerra, dos armamentos, da loucura de derramar sangue humano.

Exaltou, depois a paz e suas excelentes vantagens. Convenceu-os por fim, a abandonar as armas de brinquedo e servirem-se dos instrumentos desportivos e bolas que ela havia comprado para eles.

No dia seguinte fizeram uma proclamação assinada pela Sra. Ann e todos os garotos seus conhecidos. O documento dizia o seguinte:

"a paz começa na nossa rua. O mundo em que vivemos seria bem melhor sem armas e com mais justiça e amor."

E o pequeno pacto foi concluído por meio de uma fogueira feita com as armas e munições de brincadeira. Contemplando com satisfação o seu grupo de ex-soldados e bandidos, a venerada senhora exclamou mais uma vez: "a paz começa em nossa rua."

Parafraseando a Sra. Ann Grace, diría que a paz começa em nossa intimidade. Somente depois ela invade o lar, sai para as ruas, se espalha pela cidade e ganha o mundo.


A própria Sra. Grace foi um exemplo disso. Se ela não tivesse sentido na alma a necessidade da paz, não teria proposto o desarmamento aos garotos.
Nos dias actuais, se todos os adultos tomassem uma sábia decisão como a da Sra. Grace, certamente o futuro da humanidade mudaria o seu rumo. Mas para isso, é preciso entender que é loucura derramar sangue humano e compreender as excelentes vantagens de se viver em paz. E essa paz não é apenas a ausência de guerras, mas a paz no seu mais abrangente sentido.


Em nome da paz "espalhe amor onde quer que você vá".

Primeiro de tudo em seu próprio lar, aos seus filhos e demais familiares. Depois, ao seu vizinho de porta e aos outros moradores da sua rua. Não deixe ninguém vir até si sem partir melhor ou mais feliz com a paz que você lhe emprestou.

Seja a expressão viva da bondade de Deus: bondade em sua face, em seus olhos, em seu sorriso, bondade em seu caloroso cumprimento.

Essa é uma óptima receita para se conquistar a paz efectiva.

10 comentários:

SuEli disse...

Bom Dia, Anita

Com certeza, tudo deve começar por nós.

Devemos ser sempre os primeiros a oferecer, seja lá o que for.

Desejo à todos muito amor, harmonia interior e Paz no coração, pois é tudo que Deus nos dá e é tudo que podemos passar para o irmão, através dos gestos, do sorriso, do abraço, do estar junto quando necessário e etc...

Minha casa é a casa de Deus, sintam-se à vontade para visitar-me quando desejar.

Um abençoado dia para todos vocês,
Fiquem com Deus,
Beijos,

gaivota disse...

pois é uma boa receita, para ser seguida, minha amiga
e num sorriso agradecemos a Deus a sua bondade e tudo o que nos oferece
um dia feliz, em paz, com Deus no coração
beijinhos

Viviana disse...

Olá querida Anita,

Que bonito e tocante este texto!

Precisam-se por aí muitas senhoras "Anne Grace"...

Que a possamos imitar.

Gostei muito do seu poste de hoje.

Tenha um dia maravilhoso.

Sempre como nosso Deus presente.

Um beijo
Viviana

Andreia do Flautim disse...

Um bom dia para ti!

Maria e Jorge disse...

Bom dia linda

Passo para deixar beijocas com cheirinho a maresia


Maria

* O Cantinho da Lia * disse...

Lindinha, amei o texto...
Eu nunca compro brinquedo de arma pra meu filho...Pra evitar mesmo que ele tenha alguma influência de violência em sua vida...

beijinhos, fique com Deus.

Pelos caminhos da vida. disse...

Bom dia amiga!

Se nós semearmos a paz com certeza colheremos a paz.

Um gde abraço.

beijooo.

GRAÇA disse...

MINHA LINDA AMIGA EIS-ME DE VOLTA AO TEU DELICIOSO CANTINHO...NÃO IMAGINAS K FALTA ME FIZERAM AS TUAS PALAVRAS,NÃO SOU DE LER TUDO DE UMA SÓ VEZ POR ISSO NÃO VOU FAZER COMENTÁRIOS...MAS TEM A CERTEZA K LEREI TUDO O K ESCREVESTE!
A PAZ ESTÁ DENTRO DE NÓS, NOS NOSSOS CORAÇÕES...ASSIM DEUS NOS AJUDE A CONSEGUIR TÊ-LA SEMPRE PRESENTE!!!
TEM UM BOM RESTO DE DIA.
FICA BEM, FICA COM DEUS,
MIL DOCES BJS

GRAÇA disse...

MINHA LINDA AMIGA EIS-ME DE VOLTA AO TEU DELICIOSO CANTINHO...NÃO IMAGINAS K FALTA ME FIZERAM AS TUAS PALAVRAS,NÃO SOU DE LER TUDO DE UMA SÓ VEZ POR ISSO NÃO VOU FAZER COMENTÁRIOS...MAS TEM A CERTEZA K LEREI TUDO O K ESCREVESTE!
A PAZ ESTÁ DENTRO DE NÓS, NOS NOSSOS CORAÇÕES...ASSIM DEUS NOS AJUDE A CONSEGUIR TÊ-LA SEMPRE PRESENTE!!!
TEM UM BOM RESTO DE DIA.
FICA BEM, FICA COM DEUS,
MIL DOCES BJS

Ana Maria disse...

A paz começa na rua e na nossa casa.
Uma quarta de paz!
Beijinhos!

prémios e miminhos ganhos